19-12-2019

Aprovada em Conselho de Ministros a fusão da CP e EMEF

Na sessão do Conselho de Ministros de hoje foi aprovado o Decerto Lei que consagra a fusão das empresas CP – Comboios de Portugal e EMEF. Trata-se de uma fusão por incorporação da EMEF na CP, voltando a empresa mãe a concentrar as valências de manutenção e reparação do material circulante, numa operação que permitirá obter sinergias internas e reforçar o espírito de corpo dos trabalhadores do Grupo.

Ao nível interno, a Empresa vai reorganizar a sua estrutura, reforçando a capacidade operacional e funcional, integrando a gestão das atividades de transporte e manutenção do material circulante, com ganhos de qualidade, eficiência e racionalidade, melhor afetação de recursos e competências, numa estrutura simultaneamente mais ágil e robusta.

O presidente da CP, Nuno Freitas, considera que “Após a assinatura do Contrato de Serviço Público, realizada em 28 de novembro, esta fusão constitui uma das mais importantes etapas do plano estratégico da CP, que tem por objetivo dotar a Empresa dos meios e condições para prestar um serviço ferroviário de qualidade aos cidadãos portugueses.”