28-10-2022

Comemoração dos 95 anos da Sede da CP

Calçada do Duque, Lisboa - Lugar intimamente ligado à vivência, história e cultura ferroviária.

No dia 28 de outubro de 1927 foi comunicado pelo Presidente do Conselho de Administração que a sede da CP passava a ser no nº 20 da Calçada do Duque em Lisboa, tornando este espaço indissociável da história e quotidiano da organização.

A história do espaço começa em 1836 quando Francisco José Caldas Aulete inicia a construção de um palácio na encosta do monte S. Roque, no espaço desde as Escadinhas do Duque até à Calçada da Glória, separado da Santa Casa da Misericórdia pela muralha fernandina.

Já propriedade de António Florêncio dos Santos, em 8 de janeiro de 1875, o Rei D. Luís I inaugura a Escola Académica, com internato, modernas instalações sanitárias e a prática de educação física. A Escola ficaria ali até 1917.

Em 1890 é inaugurada a Estação Central do Rossio e a Sede da Companhia Real dos Caminhos de Ferro Portugueses muda-se para a estação, contígua ao espaço da Escola Académica.

Em 1927, aquele espaço e edificado é adquirido à família Mauperrin Santos. Após a necessária adaptação, a CP instala ali a sua administração e serviços centrais, ligando-o mais tarde à estação do Rossio.

Em 1948, na nave central do edifício do antigo Pavilhão Escolar, próximo da Calçada da Glória, é inaugurada a Cantina. Este edifício foi servindo diversos propósitos ao longo dos anos e em 2004 é remodelado.

Ao edificado acrescem ainda a “casa de madeira” paralela à muralha e o imóvel que confronta com a Calçada da Glória, onde têm funcionado diversos serviços.

No rés do chão do edifício principal do complexo – composto pela Sala do Presidente do Conselho de Administração, pelos gabinetes dos Administradores, pela Sala de Reuniões e pela Sala dos Presidentes - funciona a Administração da CP.